sítio de imaginação


versão 7.0 lite
edição outono 2020
(entre)

Prefácio da versão 7.0 lite – sobreviver após o desastre

Entre 2002 e 2011 o Sítio de Imaginação foi criado e mantido usando o software Flash. Entre 2012 e 2019 usamos o software livre Managana, desenvolvido pelo ateliê Ciclope para publicações digitais.

Em 2020, após a inviabilização das plataformas derivadas do software Flash na internet e nos apps para Android e Apple, o Managana saiu do ar e só funciona em versão Windows local.

Nossos conteúdos ficaram indisponíveis on line, zero visibilidade em smartphones. Para fugir do ostracismo, resolvemos então publicar essa versão lite, com os conteúdos organizados em forma de um rizoma de audiovisuais conectados uns aos outros através de hipertextos, usando o WordPress como ferramenta de autoração.

Nessa versão lite tentamos preservar os audiovisuais e o acesso on line por computador e smartphone. Mas perdemos praticamente todas as interações dentro dos audiovisuais, entre usuários e dispositivos e todas as interfaces avançadas. Um enorme desastre.

Entretanto, ainda é possivel baixar e executar a versão local autorada no Managana de alguns conteúdos do Sítio de Imaginação. Nelas o software guarda muitas das suas funcionalidades originais.

De toda maneira o sumo do Sítio permanece aqui e acessível a todos, publicado on line para todos os dispositivos e sistemas operacionais.

Novos possíveis para a poética

Descanso de tela, outdoor animado ou uma poderosa tv digital? Um tocador de mídia ou um site de videopoemas? O novo cinema interativo ou um gestor de comunidades na web? Um software para VJ’s ou uma emissora de telepatia? São inúmeros os nomes que remetem ao Sítio de Imaginação, lançado pelo ateliê de arte e publicação digital Ciclope em maio de 2002, no Museu de Arte da Pampulha.

A obra-software é uma extensão mental colaborativa que se constrói num ambiente digital em permanente mutação. É a ágora onde comunidades podem construir e compartilhar pensamentos digitais com fragmentos de memórias e sentidos em ambiente estético. Vídeo e audioilustrações, seqüenciamentos multilineares, multifluxos, fusão de linguagens, estados mutantes, tudo ocorre em fluxos audiovisuais.

O Sítio produz o silêncio que todos precisamos ouvir

O Sítio é construído no espaço da ficção, que nos projeta em outras esferas de entendimento, mais amplas, longe de dilemas como verdade ou mentira. Um espaço descategorizado para a manifestação artística. Uma obra aberta em pleno curso. Navegar no Sítio é como escarafunchar a cabeça do poeta, se movendo entre seus pensamentos, reminiscências e sonhos.

search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close